Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Fantasiar não é infidelidade ...

Quem não teve as suas fantasias mesmo depois de conceber um matrimónio?








Quase todos nós sonhamos com as fantasias próprias do dia a dia. E quem não as tem, talvez por seja por pudor ou receio.


Fantasiar é saudável, relaxa a alma e o corpo sustentando o seu equilibrio.

Hoje, vou falar um pouco de Helena.

Helena, mulher de 38 anos, casada, um filho, professora universitária.
Aparentemente vive no seio de uma familia feliz.
O dia a dia de Helena não é de todo fácil, acorda muito cedo para tratar do filho e do marido depois de ter dormido umas escassas horas.
Ás 9 horas em ponto, Helena entra no auditório para mais uma aula de biologia cientifica.
"Desculpe Drª Helena, deixou cair o pacote de lenços de assoar no chão" - disse um dos alunos que se encontravam em primeira fila.
Helena corou e meio atrapalhada agachou-se e apanhou o respectivo pacote de lenços.
Olhou de soslaio para Henrique e agradeceu com um sorriso tímido.
Já eram 13h30m quando as aulas terminaram. Helena apressou-se em direcção ao seu carro, abriu a porta e sentou-se junto ao volante, virou o seu tronco em direcção ao banco de trás e pousou a pasta de trabalho, quando se voltou para a frente reparou que Henrique, seu aluno, estava dentro da viatura que se encontra estacionada junto do seu. Ele reparou que Helena o observou por instantes e sorrio-lhe...
Helena ligou a ignição e seguiu em direcção a sua casa. Durante o trajecto, veio-lhe à lembrança o rosto de Henrique.
"Vou tomar um duche" - pensou Helena ao entrar em casa. Pousou o saco e a mala e dirigiu-se aos seus aposentos.
Foi andando pelo quarto atirando as peças de roupa para o chão. Distraída nem se apercebeu que pensava no Henrique.
Dirigiu-se ao duche e começou a ensaboar-se lentamente, primeiro os seios, depois o ventre e as pernas.
"Ah! Que raio! Porque estou eu a pensar num jovem de 25 anos?"
Enrolou a toalha em volta do seu corpo e olhou para o espelho.
Helena é uma mulher menina bonita, com um corpo normalmente elegante, um pouco gordinha na zona do ventre, resultado de uma gravidez.
Olhando-se ao espelho deixou cair a toalha e acariciou os seus mamilos suavemente, semicerrou os olhos como se quisesse imaginar que alguém estaria por detras dela a cariciar-lhes os seios, a beijar-lhe o pescoço...
A sua mente só visualizava Henrique. Mexeu o tronco um pouco por excitação.
Como uma mão acariciava os seus seios enquanto que a outra descia pelo ventre com o intuito de se masturbar um pouco...
"Pára Maria Helena, que estás a fazer? Endoideceste?" - a voz da razão acordou-a de um sonho, sonho que se irá transformar numa bela fantasia...
sinto-me:
música: Like a virgin
publicado por rabat_bat às 22:54
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Naquela noite ...

. Parábola ...

. Prometeste-me levar ao Te...

. Nos Jardins de Viena

. Sem sexo...nem inveja

. Preciso de gritar até à e...

. La femme

. Fantasiar não é infidelid...

. Perdi-me algures ...

. Foi o teu gelo que me atr...

.arquivos

. Junho 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.favorito

. Porque partiste?

blogs SAPO

.subscrever feeds