Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2008

Perdi-me algures ...

 

 

 

 

 

 

 

Estou introspectiva,
Perdoem-me, mas hoje estou fugaz.
E vou permanecer assim.
Apaixonei-me? Será paixão?
Não!
Talvez...!
Confesso-te:
sim!
Não consegui evitar...
Juro que tentei!
Tentei... muito.
Mas não consegui...
Nunca me senti tão livre,
Tão nua,
Tão tua!

Nas minhas noites de sonhos vagabundos,
Tenho-te comigo.
Continuo nua,
Vejo a lua,
Imagino ser tua,
Um dia!
E não apenas mais uma.
Ah... é paixão!
É desejo!
Esqueci de mim.
Abandonei-me em ti…
Ajudem a me encontrar…

publicado por rabat_bat às 00:09
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De sonhador a 2 de Fevereiro de 2008 às 22:55
Olá minha querida amiguinha!

Mas que lindo poema,atrevido é certo,mas muito sensual...parabens!
Desejo-te um enorme fim de semana,com lmuita sensualidade,amor,e saúde!
Beijinhos
Sonhador
De rabat_bat a 11 de Fevereiro de 2008 às 14:21
Tenho muito tendência para escrever o que sinto, sem para alguém especial...

Tem haver comigo!

Obrigada pelo comentário

Beijo

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Naquela noite ...

. Parábola ...

. Prometeste-me levar ao Te...

. Nos Jardins de Viena

. Sem sexo...nem inveja

. Preciso de gritar até à e...

. La femme

. Fantasiar não é infidelid...

. Perdi-me algures ...

. Foi o teu gelo que me atr...

.arquivos

. Junho 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.favorito

. Porque partiste?

blogs SAPO

.subscrever feeds